nódoa

(BRA)

O olho vê, a lembrança revê, e a imaginação transvê, é preciso transver o mundo.


André Nódoa se viu perdido dentro desse poema de Manoel de Barros por vários anos, e não tem certeza se conseguiu sair.  Filho de artista plástico teve desde cedo um contato próximo com a arte, e hoje vive de transver o mundo.


“parece que os objetos em minha volta estão me provocando,  como se eles me olhassem de volta perguntando, vai me deixar ser só uma cadeira pro resto da vida companheiro?  Então resolvi me dedicar a ser um observador ativo, que transforma corpos em montanhas e animais em segredos.” 

 

Nódoa acredita que o ato de desenhar possibilita editar o que está sendo observado, deixando no papel somente as sobras invisíveis do objeto, fazendo  com que o desenho ganhe um aspecto estranho familiar para quem o vê.

  • iconmonstr-facebook-4-240
  • iconmonstr-instagram-14-240
  • iconmonstr-youtube-9-240

rua tito, 1469 - lapa
​são paulo|brasil

cep 05051-001


(11) 3641-4881

contato@casafuerte.com.br

© 2019     criado por casa fuerte